terça-feira, 20 de julho de 2010

Festa de Família



Festa de família é sempre um espetáculo, além de reunir a parentaiada toda, se vê e ouvi muita coisa interessante. Eu sempre aproveito esses momentos pra me inspirar e escrever alguma coisa, a maioria de meus textos surge de conversas nesse tipo de festa.

O engraçado é que eu nunca tinha parado pra escrever sobre a festa em si, mas sim, sobre fatos e acontecimentos isolados, ocorridos nela. Então resolvi corrigir essa falha, e relatar aqui, para meus amigos leitores, como é uma festa de família.

Bom, toda festa de família tem aquele sujeito que faz todo mundo rir, conta piada de tudo, fala o que deve e o que não deve, é o palhaço da família, se ele não estiver presente, a festa perde a graça. Nessas mesmas festas também tem aqueles sujeitos que são, ou se tornaram “gente grande” na vida, que contam vantagem de tudo, que se acham “superiores” a qualquer um e que todo mundo fica de longe olhando e sussurrando – mas o fulano ficou chato hein! – ; existem também aqueles “menos favorecidos” financeiramente, que se auto-julgam “inferiores” e permanecem distantes e excluídos das conversas, se dizendo leigos e ignorantes demais para qualquer tipo assunto.

Não sei na casa de vocês, mas nas festas lá em casa sempre tem aquela tia (mal amada) que toda vez que te vê pergunta – e ai, tá namorando? – (isso, meus amigos, é uma afronta a minha solteirice de alguns meses), mas você, não sendo ignorante ou mal educado responde numa boa, - não tia, estou solteira por opção! -; só que, não satisfeita, a infeliz continua te alfinetando com perguntinhas do tipo – ué, parece que você engordou? Que você fez no cabelo? Tá tão ressecado. – enfim, você chega se sentindo linda e maravilhosa e sai se achando gorda e louca pra ir a um salão de beleza fazer banho de brilho.

Além dessas tias questionadoras, também existem os puxadores, isso ai, puxadores; eles puxam a fila para o jantar, quando todo mundo fica com vergonha de ser o primeiro; puxam a conversa; puxam o saco dos avós, tios, primos, penetras, empregados; puxam o tapete, quando aquele moleque danado está passando só pra ver a queda dele; puxam o “PARABÉNS PRA VOCÊ”; puxam também o “COM QUEM SERÁ QUE O FULANO VAI CASAR?”...Enfim, ah, já ia esquecendo; em toda festa de família tem criança, e muita criança, umas muito bem educadas e meigas, outras tão irritantes e birrentas, que me fazem lembrar uma frase que minha mãe sempre diz “filhos são como puns, a gente só suporta os nossos”...(que comparação!)

Deixar de ir a uma festa de família, pode não ficar bem, afinal, a família vem em primeiro lugar; um conselho; largue tudo e vá, pois, como minha linda mãezinha diz, “quem não ta na roda, roda”, além do mais, vamos combinar, como é divertida a tal da festa de família; sempre presenciamos cenas de drama, comédia e até romance, mas no fim tudo é festa, tudo é alegria, tudo é FAMÍLIA.



'Glenda Barros'


6 comentários:

jessica.silva.l disse...

Uau, as minhas festas de familia ja foram assim, hoje não é mais, uns enriqueceram, outros estão com namorada(quando esta solteiro volta a frequentar), ficaram mais velhos e pararam de ir...época boa era de quando tinha aquele tanto de primaiada tudo junto e correndo p/ cima e p/ baixo, menino chorando pq machucou, kkkk adorava isso...mas como se diz o povo cresce e fica bobo né,faze o que?

Amiga adorei o texto...
beijos

Dannilo disse...

É festa em familia e sempre muito bom, se comenta de tudoo
kk
e eu acho que osu o engradinhoo..nao sei :S
kkkk
o que importa e que no final "eles viveram felizes para sempre"..rsrs

Coisas da vida disse...

kkkkkkkkkk....com certeza é o engraçadinho!

bjO

fã tbm..

Danillo Magalhães disse...

kkkkkkkkkk realmente toda festa de famílias tem essas coisas huahuahua
Mas no final acabamos nos divertindo bastante com tudo isso.... h ehehe
beijos

Caroliny disse...

=D Eu amooo festinha de familia, hehehe da vontade de dar um garra em todo mundo... é uma delixia!

Guilherme Gondim disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

AMEI!

Parabéns pelo blog, interessantíssimo