sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Ora...mas não se irrite!



Não, não estou aqui para homenagear as aventuras e peripécias da inesquecível série CHAVES (meus filhos assistirão chaves!). Tô aqui pra dividir com vocês algumas coisas que me irritam tanto, que eu tento, mas não consigo aplicar meus dotes passivos. Sugiro, que se você estiver por perto, dê um jeito de zarpar ligeirinho, pois quando tenho esses ataques de nervo, sobra pra todo mundo, até pro Zé do picolé (me desculpem os Zés, mas foi o que rimou com picolé).

Olhe só, eu juro que tento, mas não entendo porque raios alguém me pergunta alguma coisa e pede sinceridade, sabendo que existe a possibilidade de ouvir o que ela não quer. Ai eu fico naquele dilema, se eu cumpro com submissão o pedido, a (o) infeliz que me solicitou tal bestice, fica com aquela cara de B$%&8@a azeda o dia todo, e eu ainda sou taxada de grossa e sem educação. Se resolvo ficar na minha, o Fil#4%&65 da @ãe fica insistindo e importunando, como se soubesse que estou omitindo algo só pra agradá-lo (a) , agora me diga, se já sabe o que eu acho, então porque pergunta? Ahhhhh...faça-me o favor...

Definitivamente me tiram do sério, aquelas pessoas que ocultam o ID do celular, e acham que a gente tem obrigação de saber quem está falando, como se eu tivesse uma bola de cristal portátil que me revelasse quem é o jeca tatu bestalhão que está me ligando. E aquela mania imbecil e irritante de perguntar - “o quê?” ou “hã?” – depois que a gente fala alguma coisa, e o pior não é nem isso, o pior é que o sujeito ouviu tudo, e fez você repetir só pra ter mais tempo pra elaborar a resposta. É duroooo....

E porque as pessoas não tomam sopa direito. Precisa chupar a colher daquele jeito?! Aquele “ssssssssssss” entra no meu ouvido e causa um desconforto horroroso, uma agonia que eleva os pêlos da minha nuca de ódio. E aqueles que ficam sugando catarro quando estão resfriados, é aquele funga-funga sem fim, sem contar que é nojento, anti-higiênico, seboso, e urrrrrghhhh....

Gente feliz demais, gente que reclama demais, gente que fala demais, gente que não fala nada, gente que mexe no cabelo demais, gente meiga demais, gente grossa, gente modesta demais, gente que fala ''demais'' demais, puts isso é chato demais! ah não, não sei como nunca infartei!

Tudo isso provoca meus instintos mais impacientes e exaltados, tenho vontade de enfiar a mão na orelha de um, socar o estomago de outro, enforcar outros, mas não, permaneço firme e com aquela cara de paisagem (outra coisa que também me irrita). Prefiro concordar com meu amigo Paulo quando diz, “tudo me é lícito, mas nem tudo me convém”. Vou acabar logo por aqui, porque esses textos longos demais (preciso de um sinônimo pra essa mer#&@ de palavra) também têm o poder de me tirar das tamancas, e escrever este aqui já ta me dando nos nervos....ninguém merece!


'Glenda Barros

21 comentários:

Danillo Magalhães disse...

Gente!!! Que estresse é esse?? huahuahuaua
Mas realmente tem pessoas que não dá! Nos tira do sério.
ótimo texto!

jessica.silva.l disse...

KKKKK
Stress total,rsrs
Tem dias que nos irritamos com tudo, mas tem dias que as pessoas nos tiram do serio...
eca coisa mais nojenta é sugar o catarro...
Mas como disse o nosso amigo Danilo tem pessoas que não dá!!!
Parabéns texto muito bommmmm...
beijos

Diu Mota disse...

Ufa...respira e grita! rs... Nos seguiremos!

Diego Dias disse...

Viixi, to fodido, falou dos textos grandes.. meu blog na mira =x

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

to rachando de rir aqui com o texto, mas me diga, TPM?

Perguntando isso corro sério risco de que caso seja, levar uma resposta equivalente a um murro, caso não seja, acho que corro mais ainda kkkkkk

Mas sinceramente, há coisas que irritam mesmo, no meu caso é gente sem noção de ridículo, porque eu odeio sentir vergonha alheia, é tão triste -.-'

parar por aqui, meu comentário já ta irritante!

kkkk

seu fã

Beijaço

Caroline Sampaio disse...

Dá um soco numa parede chapiscada!
Pra mim, resolve.
O barulhinho que gente como eu faz tomando sopa(rsrs) tadinha da minha mãe,ela reclama tanto disso.Voce me deu uma nova perspectiva da reclamaçao dela.Vou parar...
Ahh e eu acho que demais pode ser substituído por "em excesso"?
Morro de rir sempre.
Beijo

jefhcardoso disse...

Glenda, dá até medo de comentar, mas como eu não sou a pessoa que pediu uma opinião sincera e depois se queimou, nem a que ocultou o ID do cel. e ainda ficou de ãn?, como?, eim?, e também não tomo sopa fazendo o maior barulho, nem fungo fungo... [sorrio, moderadamente, ok?]

Beijo do Jefhcardoso!

Alice B. disse...

Oi amor, tudo bem? Vim avisar que já postei o cap 3 no blog. Te espero lá. Bjs
http://espelhodealiceb.blogspot.com/2010/09/cap-3-parte-1.html

Alexandre disse...

Olá tudo bem, eu estou novamente passando por aqui para visitar seu blog, aproveito e agradeço por seguir meu blog Boa Idéias, no momento estou com alguns problemas de configuração nesse blog, no momento estou montando outro blog e aproveito para convidar você novamente para visitar e continuar seguindo esse novo blog, o endereço é: Friendlegal.blogspot.com , nome do blog é Boas Dicas, obrigado pela atenção e parabéns pelo seu blog muito legal, aguardo sua visita beijus.

Gutor disse...

Muito bom! Eu estava precisando duma leitura dessas!

Abraços

Lara. disse...

Blog interessante, gostei do seu jeito de expor as coisas, bem direto e agradável de ler. Quanto a essas coisinhas "irritantes", não estamos imunes de comete-las não é mesmo? Nos resta é aceitar. Te desejo calma, e sucesso. Beijos.

M. Sueli Gallacci disse...

kkkkkkkkkk adorei!!! Ri à beça!!!

Vc disse tudo que eu sempre tive vontade de dizer! Tudo que citou tbm me tira do sério, só acrescentaria gente sem-desconfiômetro e gente semi-deuses com a vaidade lá no Pico do Evereste rsss.

Mas o que não suporto mesmo, são pessoas que pedem nossa opinião sincera e depois não gostam da resposta... Peça então para eu mentir, ora bolas!... Ou, então, me poupe desse constrangimento.

Maravilha de texto!

Um bjo gde e boa semana. Já te sigo.

Caroliny disse...

Huhauhauha, iabadabadulllllll....

Lara. disse...

Também te sigo!

Tais Luso disse...

hahaha, que texto mais parecido comigo... Aquela de ‘responda com sinceridade... ’ mata! Será que sou mentirosa? A ‘sopa’ me irrita profundamente; os ‘cabelos’... Nem falar; pedir pra repetir? Tenho uma amiga que tenho de fazer isso a cada frase, mandei passear. Gente feliz demais? Que saco! Olha, o texto está muito bom, muito verdadeiro e muitíssimo engraçado, pois é real!
Beijo grande
Tais luso

aivilana disse...

Hahaha!
É verdade, concordo com a sopa!
E acho que você ainda deveria citar um fato mais comum ainda. O canudinho. Sim, aquele do suco de laranja, de acerola, abacaxi, ou seja lá qual for a fruta!
P&85 que o p*%$#@!

Pra variar, ri um pouco de cá. :)

Não fez parte da minha história não, mas achei que deveria tratar de um assunto (muito) comum.

Beijo amiiigaa! :)

Antônio Luiz Gomes disse...

Gostei de seu blog,de ver você,de seus escritos e de saber que é de Goiânia,GO,como eu. Estou "te seguindo" de agora em diante. Felicidades.

Cláudia disse...

Dá uma satisfação enorme encontrar pessoas que, feito eu, são apaixonadas pela delícia que é escrever! Glenda, seguirei seu blog. Obrigada pelo comentário no Diva Latívia!

P.S. disse...

Inspirada aqui pela listinha de coisas que te irritam pensei em uma que dá nos nervos também.
Gente que me cerca no caminho, brincando, aff... Para bem na minha frente quando estou andando e faz cara de "aqui vc não passa" (dãã), vou p direita o retardado vai, pra esquerda também, respiro fundo e fecho os olhos e penso"DEXA EU PASSAR IDIOTA!"

Dom Quixote (Thomaz) disse...

Gostoso de ler. Concordo com algumas, discordo de outras.

Rangel disse...

isso eh amor reprimidoo.. certezaaa

larga de ser mal amadaaa. rsrsr.


legal textoo :D

Eu, ΞĐU disse...

Oi, Glenda...
Muuito bom o seu blog, suas idéias e seu bom gosto. Parabéns pelo trabalho.
Estou te seguindo.
Beijos no coração,
EDU (http://edurjedu.blogspot.com)