sexta-feira, 17 de setembro de 2010

nOo BalançOo dOo BusãOo...

Como fala essa criatura! Quanta saúde nessa língua! Essa era a frase que ecoava no meu pensamento, enquanto eu observava aquela boca cheia de dentes tagarelando intermitentemente. O sol à pino bem no meio do céu azul, aquilo tava mais pra uma lata de sardinha que um veiculo destinado ao transporte de gente. O busão tava lotado!

Aquele ser irritante falava, e falava, e continuava falando e emitindo grunhidos exagerados e escandalosos, que imitavam o som de um sorriso. Nas extremidades da boca, iam se acumulando uma espécie de pasta espessa e borbulhante, de cor branca, sim, era saliva...

Vez ou outra ela parava para respirar e aproveitava para sugar escandalosamente todo aquele cuspe para dentro da boca. Como uma pessoa pode ser tão feliz assim dentro de um ônibus lotado? Pela primeira vez na vida eu me irritei com a felicidade alheia.

A situação já tava ruim, pensei comigo, “não pode ficar pior”, e descobri que não é só em filme ou desenho animado que ao pronunciar essa frase o que era ruim fica ainda pior. Pois é, um fulaninho, que pra variar não tinha nada melhor pra fazer, resolveu degustar bem ali do meu lado um pacote daqueles salgadinhos cheios de corante e gordura trans.

Tem de todos os sabores, pizza, bacon, presunto, queijo, mas para minha alegria estomacal aquele era sabor CEBOLA. Como alguém normal consegue comer um negocio desses? O cheiro é uma mistura de pum e vômito, e o barulho que isso faz dentro da boca é insuportável e repetitivo....crot...crot...crot...


Minha casa nunca esteve tão longe, eu respirava fundo e mentalizava; "Não, isso não está acontecendo, eu não estou aqui, não estou passando por isso". Desejei com toda a minha alma ter o poder de me tele transportar, mas a imaginação não mudou a triste realidade, não adianta, ônibus é sinônimo de desconforto, de deselegância.

Pra minha sorte aquela luz forte e amarelada brilhou em forma de curvas sinuosas, transcrevendo palavras verdadeiramente revigoradoras para minha esperança (PARADA SOLICITADA), enfim meus pulmões receberiam gás oxigênio “puro” e meus ouvidos sentiriam o doce toque do silêncio.

Desci libertada, nasci de novo quando meus pezinhos tocaram o asfalto fulminante. Se fosse mais perto eu até arriscaria ir a pé, mas não, não sou assim tão atlética. Senti inveja dos que vão de trem, pelo menos é mais poético. Então, se não tem outro jeito, amanhã tem mais, no mesmo "bat" horário, no mesmo "bat" busão.


'Glenda Barros

24 comentários:

Madonna Turnner disse...

Odeio andar de onibus, porque além de apertado eu passo mal. HSIUHDSIUDHSIDUHSD '
Eu me diverti muito com o seu texto. Parabéns!!!

Sandro disse...

Oi Glenda,,

Como diria: C'est la vie. rsrs

**Brunah Isabelle =) disse...

eu gostod e andar de onibus..!
mas tiipo.. nao mto cheioo..!
se ue stiiver sentada.. trah suavee..!
kkk

Seguindo tmb..!

Kate Luzzi disse...

Gostei muito do seu blog, com você reflete a vida o cotidiano de algumas pessoas com outras palavras outras foema que as pessoas se sintam mas confotáveis
estou te seguindo, espero que me sigua também !
Beijão !

DOWNLOAD PojucaONLINE disse...

oi gatinha,..... vi seu blog numa comu de divulgação de bLogs no orkut
topas uma simples parceria ???
vc segue meu blog e eu sigo o seu...
http://www.pojucaonline.com.br/
pode ser ??

jah tow te seguindo ... abraços

O Profeta disse...

Sonhei
Com mares, com uma longa travessia
Desfraldei uma vela alva
Naveguei na chegada, na partida morria

Sonhei que era um cavaleiro andante
Por dias de inquietante perdura
Avistei um vagabundo num espelho de água
Era a minha alma talhada em pedra fria e dura


Doce beijo

Danillo Magalhães disse...

Vote no Serra que eu vi na campanha eleitoral dele que vai construir metrô aqui em Goiânia... Dai poderemos andar mais "chik" ao menos hehehe
Realmente só quem passa por situações assim pode imaginar tal sofrimento... Vou parafrasiar uma frase da música Apesar de você de Chico Buarque. Você que inventou o ônibus, ora, tenha a fineza de desinventar... rsrsrs

Kellynhahttp://www.orkut.com.br/Main#Home disse...

KKKKKK Nega ficou ótimo o texto.
Traduziu muitas das aventuras que todos nós já vivemos nessa saga de transporte de pobre.
Quem nunca quis se teletransportar assim, como num passe de mágica...kkkkkkkkkkk

Dannilo disse...

Andar de ônibus é horrivel.. são pessoas de tudo quanto é tipo.. Não tenho paciência para andar de ônibus, mais a necessidade faz com que as pessoas entre em cada enrascada kkk
ainda mais quando comem salgadinhos ..kkkkkk

Canal ER disse...

Ainda acho andar de ônibus legal, quando nao esta lotado,logico!

William disse...

Isso é uma tortura!

Retribuindo, também te sigo.

Sucesso.

Anônimo disse...

Com excessão do motorista, tudo mais é passageiro... Puts, filosofia de placa de caminhão. O blog é 10! Parabéns!

Amanda luísa disse...

amei o blog, seguindo viiu ^^

aivilana disse...

Hahahaha!
Sabor CEBOLA foi ótimo!
Muito divertido e condiz perfeitamente com a realidade.

Te seguindo também, quero rir mais! haha! :)

Caroline Sampaio disse...

KKKK
Divertido e nenhum pouco cansante o texto!
Otima narrativa também. =D
Obrigada pela a força que deu lá no meu.
bj

Luiza Vinhosa disse...

Adorei o texto!
Muito boa a sua forma de narrar.

Obrigada pelo comentário no meu blog.
Também estou te seguindo.

Bjos

Francisco Araújo Netto disse...

Olá, parabéns! Excelente post. Já te sigo.

Att.,
http://wwwteologiavivaeeficaz.blogspot.com/

Profº Netto, F. A.

Gutor disse...

Parabéns, gostei do seu espaço! Bem legal!

tô seguindo!

abraços

Guilherme disse...

ahahahahahahha cotidiano de todos nos isso, eu acho

http://blogcontudos.blogspot.com/2010/09/farpas-sociais.html

passa lá

Matheus disse...

AEHAUHEUAHE
Andar de ônibus é tenso. =B

Nefelibata Histérica disse...

Tenso isso. Pegava busão pra ir pra facul. 6 da matina dentro de um busão lotado e um monte de tiozinho de roçando na gente com aquela nhaca de cachaça no ar. Ninguém merece.

Diego Dias disse...

Primeiramente fico muito feliz por ter gostado da postagem lá do blog e o modo como eu escrevo.

Agora o engraçado disso tudo, é que eu admiro pacas é justamente quem escreve da forma que você. Consegue ser amênua e ao mesmo tempo acrescenta esse tom ácido e cômico ao texto que é simplesmente essencial para prender a atenção do leitor. Não tento escrever dessa forma, pois tanto os leitores quanto eu mesmo, já me acostumei a escrita mais "nervosa" auahauahuah

Mas nos dois modos, há uma coisa em comum que contribui bastante, o bom humor!

Ganhou um seguidor e comentarista fiel =P

bjão

Alessandro disse...

KKKKK e prima por isso comprei uma BIZ

Tais Luso disse...

Que texto gostoso de ler! Imagino a situação, pois só em andar de ônibus tenho enjôo... E gente muito feliz, tagarelando sem parar e fazendo crac-crac... é pedir pra morrer.
Grande beijo.
Tais luso