quinta-feira, 25 de novembro de 2010

São as Coisas da Vida...


Já viu cara de decepção? Se você me visse hoje, certamente notaria essa cara ai em mim. Ta ai um sentimento que a gente tenta, mas não consegue não imprimi-lo bem no meio da cara. É um trem esquisito e instantâneo, a noticia vai sendo dada e as suas sobrancelhas automaticamente caem, seus olhos murcham que nem tomates secos e o nó na garganta aperta.

Observando atentamente meu estado físico atual, percebi que as danadas das minhas sobrancelhas têm vida própria, eu emitia um mandato cerebral para que elas reagissem de maneira natural, mas tudo em vão, elas permaneciam descaídas, deixando minha expressão facial morta e horrorosa.

Meus olhos são extremamente submissos ao movimento decrescente desses arcos desobedientes (sobrancelha), sem titubear eles iam se acomodando em cima das bochechas, dando aquele aspecto assombroso de peso e rabujice mórbida.

A garganta se fechou num punho enorme, e começou a socar meu querido estômago com muita potência, provocando cólicas desconfortáveis que impediam o curso normal das coisas, a comida não desce e a água vai saindo pelos olhos descontroladamente, com a força de uma barragem corrompida.

Queria eu ter em mãos uma pílula antibiótica que agisse imediatamente depois de ser ingerida, porque essa minha cara de decepção é milhões de vezes pior que a mistura do Chuck (boneco assassino) e o Freddy Krueger, tão feia e abatida que eu fico.

E o pior é que você tem que ficar explicando por vezes seguidas no mesmo dia, sem contar que ainda tem aqueles que te abordam se utilizando daquelas frases ridículas de puxação de assunto como: “porque ta com essa cara de bunda?” ou “que foi que você tá com essa carinha amarrada ai?”, porque o infeliz nunca tem coragem de perguntar diretamente, com isso ele contribui imensamente, para sua incrível aquisição de uma cara de raiva, estressada e vermelha.

O único remédio eficaz na cura da decepção é o choro, pois é o desabafo da alma em forma de gotículas cristalizadas no olhar (falei bonito!). Indico também que você chore diante do espelho, isso mesmo, porque quando você visualizar seus olhos inchados, seu nariz enorme e desproporcional e sua cara feia e desiludida nunca mais vai querer repetir a dose.

Faço do dito popular minha filosofia de vida, “decepção não mata, ensina a viver”, amanhã o sol se encarregará de secar as minhas lágrimas, e a vida vai me dizer com todo o seu otimismo poético, que essa é só mais uma de muitas, e que o futuro ainda me reserva muitas dessas pequenas DECEPÇÕES...

São as coisas da vida!

´Glenda Barros

12 comentários:

AC disse...

Glenda,
A sua escrita está muito madura. Leio-a sempre com gosto.

Beijo :)

Rodrigo A. Oliveira disse...

Belo texto!!!
É, a vida as vezes parece uma brincadeira de mau gosto...

Viagens pelo Brasil - Conheço essa cidade disse...

Escreves muito bem, gostei e voltarei. Abcs
http://nossasviagenspelobrasil.blogspot.com/

Missionária Bella Dourado disse...

Glenda querida - concordo com vc - as perguntinhas inofensívas são cruéis.

Mas depois da tempestade vem a bonança, ok! Compartilho com vc deste sentimento de estravasar quando a coisa fica feia eu abro o berreiro mesmo, choro até ficar "vazia" de lágrimas, rs,rs.

Após o chororô me reanimo tomo as rédeas e volto a me sentir em paz de novo.

Que Deus guarde vc querida e que estas decepções sirvam para teu crescimento em todos os sentidos.

Bjão em teu core estava com saudades de te visitar.

Durma bem! Que o Senhor te guarde e vc cuide para ficar com Ele.

Tais Luso disse...

Kkkkk, não adianta amiga, sempre que teus textos falam nossas verdades, nossas inquietudes, nossas decepções, começo rindo. É trágico. Esta tua maneira de escrever, contando os nossos defeitos com ironia e muito apimenta, é incrivelmente gostosa.
Mas falando um pouco sério realmente nossa cara é o retrato de nossa alma e, muitas vezes, toda despedaçada pelas desilusões que os outros nos causam. Será que pedimos muito? Será que está conosco o problema, somos muito vulneráveis? Frágeis? Isso me preocupa. E estou aprendendo, e quero ver se isso se faz antes de eu juntar os pés, a não dar tanta importância aos outros; dar na medida certa, até pra menos do que pra mais. Só desta maneira acho que conseguimos o fortalecimento do nosso espírito.
Se há alguém importante... Somos nós.
Beijo grande!
Tais luso

Lorreyne disse...

Oi! Indiquei seu blog ao Prêmio Dardos.
Veja em meu blog..

http://linhaderaciocinio.blogspot.com/

Carlen Alves disse...

Como já te disse uma vez, hum....acho que varias vezes rrsrs, DEUS sempre tem o melhor para nossas vidas, e as vezes é preciso perder ou até mesmo nos decepcionar para ter o melhor.Deus tem o melhor pra sua vida, e por mais que seja grande a decepção hoje, o amanhã será bem melhor, quanto ao choro e o desabafo é preciso, eu que o diga só sei chorar mesmo rsrsr. Era isso que queria lhe dizer, belo texto você consegue expressar bem em palavras os teus sentimentos...beijo da gorda...sentirei saudades de estar contigo todos os dias, mas nos veremos sempre, afinal nossa amizade não foi conquistada na porta de um buteco né rsrs bjssss...xauzinho!!!!

Carlen Alves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlen Alves disse...

Como já te disse uma vez, hum....acho que varias vezes rrsrs, DEUS sempre tem o melhor para nossas vidas, e as vezes é preciso perder ou até mesmo nos decepcionar para ter o melhor.Deus tem o melhor pra sua vida, e por mais que seja grande a decepção hoje, o amanhã será bem melhor, quanto ao choro e o desabafo é preciso, eu que o diga só sei chorar mesmo rsrsr. Era isso que queria lhe dizer, belo texto você consegue expressar bem em palavras os teus sentimentos...beijo da gorda...sentirei saudades de estar contigo todos os dias, mas nos veremos sempre, afinal nossa amizade não foi conquistada na porta de um buteco né rsrs bjssss...xauzinho!!!!

M. Sueli Gallacci disse...

kkkkkkkkkkk não sei se é pra rir ou pra chorar, mas já estou rindo, não tem como te ler e não rir.

Adoro esse teu jeito de escrever!
Qualquer pessoa trataria de assuntos tão latentes num outro tom, mas não vc.
Vc coloca um charme irresistível!!!

Tens razão, ficamos mais feias quando estamos decepcionadas, tristes e amarguradas. O bom negócio é rir, e rir muito! Por isso venho aqui... rsrs.

Um bjo grande, amiga!

Cláudia disse...

Sabe o que existe de melhor em tudo aquilo o que escrevemos? Em algum momento alguém vai ler e se identificará com tudo o que deixamos escrito. Assim é, pra mim, este seu texto no dia de hoje. Li e imediatamente me identifiquei. O estado de alma nebuloso, estou triste. Porém, querida amiguinha escritora, nós sabemos fazer rir, pensar e chorar através de letrinhas que juntamos, de palavras que formam frases. E a vida continua. Sei que seu estado de alma teve um imenso upgrade, depois desse momento. Assim como tenho esperança de também mudar o meu estado de alma. Parabéns pela sensibilidade e bela forma de expressão.
Beijo,

Cláu

Ana Carolina Marques disse...

A decepção machuca mesmo. Estou nesta situação. Sei que devo pensar positivo, que esta fase é passageira, mas digo que este ano para mim pode ser definido como decepção. Sempre confiei nas pessoas, mas percebo que hoje em dia devemos sempre ter o pé atrás.